Notícias http://200.198.42.171 Mon, 27 Mar 2017 13:20:23 -0300 Joomla! - Open Source Content Management - Version 2.5.14 pt-br Mais 30 radares entram em operação a partir do dia 28 de março http://200.198.42.171/sobre/jornal-metropolitano/stories/2184-mais-30-radares-entram-em-operacao-a-partir-do-dia-28-de-marco http://200.198.42.171/sobre/jornal-metropolitano/stories/2184-mais-30-radares-entram-em-operacao-a-partir-do-dia-28-de-marco

A partir da próxima terça-feira (28/03), outros 30 radares fixos entrarão em operação nas rodovias mineiras sob responsabilidade do Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DEER/MG). Instalados em locais com grande circulação, todos esses equipamentos já estão ligados desde o dia 21 de março, funcionando em modo educativo.

Os dispositivos de controle eletrônico de velocidade estão localizados nos municípios de São João Evangelista (MG-314, quilômetro 0,1); Senhora do Porto (MGC-120), quilômetro 348,5 Virginópolis (MGC-259, quilômetro 279,0); Montes Claros (LMG-653, quilômetro 15,0, e MGC-135, quilômetro 347,9); Diamantina (BR-367, quilômetros 563,3 e 563,5 e MGC-367, quilômetros 582,6, 582,7, 587,9); Serro (MGC-259, quilômetro 417,0); Curvelo (MGC-259, quilômetro 558,8); Felixlândia (MGC-259, quilômetro 584,8); Conceição do Rio Verde (BR-267, quilômetro 326,4); Três Corações (LMG-862, quilômetro 48,2); São Thomé das Letras (LMG-868, quilômetro 8,4); Cambuquira (MG-167, quilômetro 98,6); Itabira (LMG-779, quilômetro 4,4); Catas Altas (MG-129, quilômetro 91,6 e 91,8); São Gonçalo do Rio Abaixo (MG-434, quilômetro 11,3); Ferros (MGC-120, quilômetro 380,6); Santa Maria de Itabira (MGC-120, quilômetros, 398,0 e 417,17); Poços de Caldas (LMG-877, quilômetro 24,6, em Poços de Caldas); Pouso Alegre (MG-290, quilômetros 0,1 e 0,8); Brasópolis (MG-295, quilômetro 25,7); Rubelita (MGC-342, quilômetro 298,2) e Capelinha (LMG-721, quilômetro 18,1).

A principal função dos radares é proporcionar segurança nas rodovias, coibindo o excesso de velocidade. Todos os trechos foram sinalizados com placas de velocidade máxima permitida, podendo ser 40, 60 ou 80 km/h. Os veículos que excederem os limites estabelecidos serão autuados. O DEER/MG lembra que o respeito à sinalização e aos limites de velocidade é a atitude mais consciente para garantir viagens seguras.

Outros radares já estão em funcionamento em todo o estado e a localização de cada um deles está disponível para consulta no site do DEER/MG:www.der.mg.gov.br/saiba-sobre/radares-do-dermg

]]>
Notícias Thu, 23 Mar 2017 13:06:15 -0300
Segurança viária das rodovias mineiras será reforçada com mais 21 radares http://200.198.42.171/sobre/jornal-metropolitano/stories/2183-seguranca-viaria-das-rodovias-mineiras-sera-reforcada-com-mais-21-radares http://200.198.42.171/sobre/jornal-metropolitano/stories/2183-seguranca-viaria-das-rodovias-mineiras-sera-reforcada-com-mais-21-radares

O controle eletrônico de velocidade, por meio da operação de radares fixos, será ampliado para mais 21 novos pontos, em rodovias sob a responsabilidade do Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DEER/MG). A partir da próxima terça-feira (21/03), os equipamentos passam operar de modo definitivo e, consequentemente, a multar os motoristas que ultrapassarem o limite de 60 km/h nos seguintes trechos:
MG-040, quilômetro 42,7, em Mário Campos e quilômetro 50,3, em Brumadinho; MG-285, quilômetros 72 e 85,4, em Astolfo Dutra; MGC-265, quilômetro 111,8, em Rio Pomba; MG-262, quilômetro 59,9, em Mariana; MGC-381, quilômetro 2,5, em Mantena, quilômetros 46,3 e 49,6, em Central de Minas, quilômetros 81,2 e 88,9, em Divino das Laranjeiras; AMG-2595, quilômetro 15,6, em Uberaba; LMG-798, quilômetro 30,2, em Uberaba; MG-217, quilômetro 12,4, em Teófilo Otoni e quilômetro 21, em Poté; MGC-418, quilômetro 39, em Carlos Chagas; LMG-874, quilômetro 2, em Juiz de Fora; MG-353, quilômetros 64,3 e 68,4, em Coronel Pacheco e quilômetros 69,6 e 70,8, em Juiz de Fora.

Esses dispositivos já estão ligados, desde o último dia 14 de março, funcionando em caráter educativo para alertar os motoristas sobre a necessidade do respeito aos limites de velocidade e contribuindo para a segurança de todos os que transitam pelas vias.

De modo geral, os motoristas que trafegam pelas rodovias sob responsabilidade do DEER/MG têm respeitado a velocidade máxima estabelecida para a via. De acordo com levantamento feito pela Gerência de Segurança Viária do Departamento, no mês de janeiro de 2017, período de muito movimento nas estradas de todo o Estado, dos 25.765.242 veículos que passaram pelos equipamentos, somente 34.216 foram autuados, o que corresponde a 0,13% do total de veículos fiscalizados.

O DEER/MG reforça que em todas as rodovias, mesmo as que ainda não possuem radares em funcionamento, os motoristas devem obedecer à sinalização e às regras de trânsito, garantindo segurança nos deslocamentos.

A localização de todos os radares que estão em operação pode ser consultada no site do Departamento, no link www.der.mg.gov.br/saiba-sobre/radares-do-dermg

radar 21-03-2017 1-5-17-23

radar 21-03-2017 25-28-30

]]>
Notícias Thu, 16 Mar 2017 08:45:05 -0300
Proposta a criação de duas linhas do Move para Santa Luzia http://200.198.42.171/sobre/jornal-metropolitano/stories/2182-proposta-a-criacao-de-duas-linhas-do-move-para-santa-luzia http://200.198.42.171/sobre/jornal-metropolitano/stories/2182-proposta-a-criacao-de-duas-linhas-do-move-para-santa-luzia

Encontram-se em estudo na Subsecretaria de Regulação de Transportes propostas de criação de duas novas linhas do Move Metropolitano para atender os usuários do transporte coletivo de Santa Luzia que se deslocam para a região do Barro Preto, em Belo Horizonte, e a Cidade Industrial, em Contagem. Serão criadas as linhas 418R – Terminal São Benedito / Retorno Expresso; 415R – Terminal São Benedito / Cidade Industrial, e alterado o itinerário da linha 4195 – São Benedito / Cidade Industrial, que passará a funcionar como linha alimentadora do Move. Todas com tarifas de R$ 4,85.

Os avisos contendo as alterações foram publicados no Minas Gerais, edição desta quarta-feira (15/03), pág 25 do Diário do Executivo, e o prazo para qualquer interessado apresentar impugnação, por escrito e fundamentada, no protocolo geral do edifício Minas, 1º andar – Cidade Administrativa ou na unidade do UAI - Praça 7, em Belo Horizonte, termina no próximo dia 25 de março.

Leia abaixo os itinerários propostos:

Linha 418R - Terminal São Benedito / Retorno Expresso
Terminal São Benedito, av. Senhor do Bonfim, rua Alvorada, av. Brasília, MG-433, Trevo MG-010, MG-010, av. Dom Pedro I, av. Presidente Antônio Carlos, av. Nossa Senhora de Fátima, Viaduto Oeste, av. do Contorno, r. Bernardino de Lima, r. Thompson Flores, av. Amazonas, r. Araguari, av. do Contorno, viaduto Oeste, av. Nossa Senhora de Fátima, complexo viário da Lagoinha, av. Antônio Carlos, av. Pedro I, MG-010, Trevo MG-010, MG-433, av. Brasília, r. Alvorada, r. Senhor do Bonfim, Terminal São Benedito.

Linha 415R - Terminal São Benedito / Cidade Industrial
Terminal São Benedito, av. Senhor do Bonfim, rua Alvorada, av. Brasília, MG-433, Trevo MG-010, MG-010, av. Dom Pedro I, av. Antônio Carlos, av. Nossa Senhora de Fátima, viaduto Oeste, av. do Contorno, r. Thompson Flores, av. Amazonas, av. Cardeal Eugênio Pacelli, praça Papa João XXIII, av. Babita Camargos, praça Antônio Mourão Guimarães (CEMIG), av. Babita Camargos, praça dos Trabalhadores, av. David Sarnoff, praça Papa João XXIII, av. Cardeal Eugênio Pacelli, av. Amazonas, r. Araguari, av. do Contorno, viaduto Oeste, av. Nossa Senhora de Fátima, complexo viário da Lagoinha, av. Antônio Carlos, av. Pedro I, MG-010, trevo MG-010, MG-433, av. Brasília, r. Alvorada, r. Senhor do Bonfim, Terminal São Benedito.

Linha 4195-São Benedito / Cidade Industrial
Av. Joaquim Lourenço de Oliveira, r. Joaquim Rodrigues da Rocha, av. Brasília, r. Alvorada, av. Senhor do Bonfim, Terminal São Benedito. 

]]>
Notícias Wed, 15 Mar 2017 12:58:27 -0300
Atrasos em obras da MG-050 geram multa de R$ 22,8 milhões http://200.198.42.171/sobre/jornal-metropolitano/stories/2181-atrasos-em-obras-da-mg-050-geram-multa-de-r-22-8-milhoes http://200.198.42.171/sobre/jornal-metropolitano/stories/2181-atrasos-em-obras-da-mg-050-geram-multa-de-r-22-8-milhoes

Atrasos e inexecuções de obras previstas no contrato de concessão da rodovia MG-050 levaram o Tribunal Arbitral (sistema extrajudicial de solução de controvérsias em que as partes, em comum acordo, nomeiam um profissional ou equipe que irá atuar como árbitro) a proferir sentença em favor do Estado de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas (Setop), com aplicação de multa de cerca de R$ 22,8 milhões contra a Concessionária AB Nascentes das Gerais. Não cabe recurso à decisão final.

No Brasil, a Arbitragem é regulamentada pela Lei 9307/96 e, no momento, os processos arbitrais do Estado de Minas Gerais estão sendo administrados pela CAMARB – Câmara de Arbitragem Empresarial – Brasil.

A multa de R$ 22,8 milhões refere-se a doze intervenções obrigatórias da MG-050 (vide quadro abaixo). O Tribunal Arbitral acolheu os entendimentos demonstrados e defendidos pela Setop de descumprimento ou cumprimento tardio de obrigações contratuais. O Tribunal aceitou ainda a argumentação da Secretaria de que a repactuação de prazos, bem como a elaboração de um novo cronograma de execução de obras não altera o compromisso primeiro de entrega do empreendimento, servindo exclusivamente como parâmetro para o cálculo de equilíbrio econômico-financeiro, que atualmente está em desfavor do Estado.

O litígio com a concessionária pelo cumprimento de cláusulas contratuais referentes à execução de obras necessárias, denominadas no contrato de concessão patrocinada de intervenções obrigatórias (ITVs), começaram em 2009, quando foram abertos os primeiros procedimentos administrativos pelo cumprimento de prazos. Três anos depois, em 2014, a concessionária ingressou com duas ações cautelares na Justiça pleiteando, com sucesso, a suspensão das multas que somam, a valores correntes, cerca de R$ 60 milhões.

]]>
Notícias Mon, 13 Mar 2017 14:15:09 -0300
Nota de esclarecimento - Anel Rodoviário de BH http://200.198.42.171/sobre/jornal-metropolitano/stories/2180-nota-de-esclarecimento-anel-rodoviario-de-bh http://200.198.42.171/sobre/jornal-metropolitano/stories/2180-nota-de-esclarecimento-anel-rodoviario-de-bh

A Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas de Minas Gerais (Setop-MG) foi surpreendida, na manhã desta sexta-feira, 10 de março, com a informação publicada no jornal Diário do Comércio, de Belo Horizonte, de que o DNIT reprovou o anteprojeto do Anel Rodoviário de Belo Horizonte, executado pela Secretaria e o DEER-MG, entregue ao DNIT  em audiência na 7ª Vara da Justiça Federal, no dia 06 de dezembro de 2016. Antes, em novembro de 2016, o documento já havia sido protocolizado na Justiça Federal.

A postura intempestiva do DNIT desconstrói, assim, um processo de pleno diálogo estabelecido no âmbito da mesma Justiça Federal, em 13 de agosto de 2015, após três anos de sucessivos protelamentos de medidas concretas para por fim à situação caótica na qual se encontra o Anel Rodoviário de Belo Horizonte.

É de conhecimento público que o Termo de Compromisso entre o DNIT, DER/MG e o Governo de Minas Gerais para a elaboração de Projeto Executivo de Engenharia para revitalização do Anel Rodoviário de Belo Horizonte (TC 221/2012), assinado em 12 de junho de 2012, com prazo de apresentação do Projeto Executivo para outubro/2013, pela gestão anterior à atual, jamais saiu do papel, o que levou à necessidade de conciliação intermediada pela Justiça Federal em agosto de 2015.

Estranheza causou, ainda, o fato de o DNIT omitir que o projeto funcional, o qual serviu como autorização para o desenvolvimento do anteprojeto para a via, foi devidamente aprovado pelo próprio órgão federal.

A Setop, que ainda não recebeu qualquer documento oficial sobre a reprovação do documento, reitera sua confiança no anteprojeto apresentado, bem como na equipe técnica executora.

Na ata de audiência realizada na Justiça Federal, em 06 de dezembro, acima indexada, o DNIT fez constar “a hipótese de poder fazer eventuais alterações de adequação técnica ao anteprojeto apresentado pelo Estado, com vistas à regularização das pendências existentes”. Pressupunha-se, a partir da aprovação do projeto funcional, que o diálogo e o esforço frutificariam finalmente  em uma solução tão desejada para o Anel Rodoviário de Belo Horizonte.

Dentro do seu compromisso de absoluta transparência, a Setop está disponibilizando, para acesso de todos, os documentos que demonstram o esforço do Governo do Estado de Minas Gerais para a requalificação do Anel Rodoviário  que, é certo, é de responsabilidade do DNIT, mas de inegável interesse de toda a população. Só não o fez antes porque o documento ainda era fruto de análise técnica por parte do DNIT.

A Setop-MG quer crer que, ao descartar a contribuição do seu corpo técnico para solução dos graves problemas do Anel, o DNIT já possua alternativas definidas para, o quanto antes, licitar as tão desejadas obras no sistema viário.

A Setop continua à disposição da Justiça Federal para dar todos os esclarecimentos necessários acumulados nos estudos realizados no Anel Rodoviário, a partir do compromisso assumido em agosto de 2015.

Disponibilizamos acima, para a população e os interessados em geral, a simulação de tráfego do Anel Rodoviário, no volume de veículos previsto para o ano de 2026, com base no projeto funcional devidamente aprovado pelo DNIT, assim como todos os demais documentos técnicos referentes a esse anteprojeto, nos quais foram investidos, até o momento, R$2,274 milhões.

 

Belo Horizonte, 10 de março de 2017
Assessoria de Comunicação da Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas

]]>
Notícias Fri, 10 Mar 2017 13:13:12 -0300
Mais nove radares fixos ampliam o controle de velocidade nas rodovias estaduais http://200.198.42.171/sobre/jornal-metropolitano/stories/2179-mais-nove-radares-fixos-ampliam-o-controle-de-velocidade-nas-rodovias-estaduais http://200.198.42.171/sobre/jornal-metropolitano/stories/2179-mais-nove-radares-fixos-ampliam-o-controle-de-velocidade-nas-rodovias-estaduais

Na próxima terça-feira (14/03), o Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DEER/MG) colocará em operação definitiva mais nove equipamentos fixos de controle de velocidade nas rodovias AMG-910, em Curvelo; MG-223 e MGC-452, em Tupaciguara; MG-262, em Mariana; MG-329, em Ponte Nova e MGC-497, em Campina Verde e Iturama.

Os radares já estão monitorando os trechos, em modo educativo, desde o dia 07 de março, contribuindo para a segurança de quem transita por essas vias.

Nas rodovias AMG-910, quilômetro 5,3 e MG-223, quilômetro 169,8, o limite de velocidade estabelecido é de 40 km/h. Já na MGC-452, quilômetros 58,4 e 59,9; MG-262, quilômetro 66,6; MG-329, quilômetro 136 e MGC-497, quilômetros 174,8 e 175,2, a velocidade máxima é de 60 km/h. Finalmente, na MGC-497, quilômetro 239, os motoristas não devem ultrapassar os 80 km/h.

O DEER/MG ressalta que o respeito à sinalização e aos limites de velocidade é que garantem viagens mais seguras, independentemente da presença de radares. 

Por meio do link www.der.mg.gov.br/saiba-sobre/radares-do-dermg, os motoristas podem consultar a relação completa com todos os equipamentos em operação nas rodovias sob responsabilidade do DEER/MG. 

]]>
Notícias Thu, 09 Mar 2017 11:17:14 -0300
Itinerários de linhas metropolitanas serão alterados durante o Carnaval de BH http://200.198.42.171/sobre/jornal-metropolitano/stories/2178-itinerarios-de-linhas-metropolitanas-serao-alterados-durante-o-carnaval-de-bh http://200.198.42.171/sobre/jornal-metropolitano/stories/2178-itinerarios-de-linhas-metropolitanas-serao-alterados-durante-o-carnaval-de-bh

A estação Espírito Santo do Move Metropolitano, localizada na avenida Santos Dumont, onde param as linhas diretas e paradoras dos terminais Vilarinho e São Gabriel, e a estação provisória Aarão Reis, onde param as linhas do terminal Morro Alto, estarão desativadas neste sábado (25/02), no período de 00h às 15 horas, para a realização de evento de Carnaval na rua dos Guaicurus, no centro de Belo Horizonte.

Durante este período a operação das linhas diretas e paradoras do Move Metropolitano, dos terminais Vilarinho, São Gabriel e Morro Alto, que operam nas duas estações de embarque e desembarque da área central da capital mineira serão transferidas provisoriamente para a estação Tupinambás, localizada na avenida Paraná.

Após às 15 horas deste sábado (dia 25/02), as linhas metropolitanas dos terminais Vilarinho e São Gabriel voltam a operar normalmente na estação Espírito Santo, localizada na avenida Santos Dumont. As linhas metropolitanas do Move Morro Alto, que param na estação provisória Aarão Reis, passarão a operar na estação Espírito Santo, entre 15 horas do sábado (25/02) até 23h59 de terça-feira, (28/02).

Área hospitalar

Também terão o itinerário alterado na área central de Belo Horizonte, de zero hora do sábado (25/02) até 23h59 de terça-feira (28/02), as linhas de ônibus metropolitano que atendem a área hospitalar via avenidas Cristiano Machado e Antônio Carlos que irão operar na seguinte rota de desvio: (...) av. do Contorno, viaduto Oeste, av. Nossa Senhora de Fátima, rua Célio de Castro, Januária, Pouso Alegre, Itajubá, av. do Contorno (a esquerda), rua Maranhão, Domingos Vieira, av. Bernardo Monteiro (Estação Move Metropolitano Bernardo Monteiro), av. dos Andradas (retorno após av. do Contorno), av. do Contorno, viaduto Floresta, av. do Contorno (...).Será criado um ponto provisório de embarque e desembarque na rua Célio de Castro entre ruas Inhaúma e rua Varginha. Os demais pontos são os existentes nas vias.

As linhas que acessam a área hospitalar pela av. Amazonas (1110 - 1111 - 1280 - 1281 - 2190 - 2200 - 7840 – 7900) seguirão pela rua dos Guajajaras, Santa Catarina, Goitacazes, Av. Bias Fortes, Rua Mato Grosso, viaduto Oeste, av. Nossa Senhora de Fátima, rua Célio de Castro, Januária, Pouso Alegre, Itajubá, av. do Contorno (a esquerda), rua Maranhão, Domingos Vieira, av. Bernardo Monteiro (Estação Move Metropolitano Bernardo Monteiro), av. dos Andradas (retorno após av. do Contorno), av. do Contorno, viaduto Floresta, av. do Contorno (...)

Os ônibus que chegam à área hospitalar passando pela avenida Pedro II (2130 - 2150 - 2180 - 2390 – 2391) terão o seguinte itinerário: viaduto Sarah Kubitscheck, av. Olegário Maciel, rua dos Tupis, Mato Grosso, viaduto Oeste, av. Nossa Senhora de Fátima, rua Célio de Castro, Januária, Pouso Alegre, Itajubá, av. do Contorno (a esquerda), rua Maranhão, Domingos Vieira, av. Bernardo Monteiro (Estação Move Metropolitano Bernardo Monteiro), av. dos Andradas (retorno após av. do Contorno), av. do Contorno, viaduto Floresta, av. do Contorno (...).

Irão acessar o desvio a partir da Via Expressa e/ou rua Araguari, as linhas 2580 - 2581 - 2950 - 7905 - 302H que seguirão pela avenida Contorno, viaduto Oeste, av. Nossa Senhora de Fátima, rua Célio de Castro, Januária, Pouso Alegre, Itajubá, av. do Contorno (a esquerda), rua Maranhão, Domingos Vieira, av. Bernardo Monteiro (Estação Move Metropolitano Bernardo Monteiro), av. dos Andradas (retorno após av. do Contorno), av. do Contorno, viaduto Floresta, av. do Contorno (...).

As linhas do Move Metropolitano com itinerário pela área hospitalar (402H - 412H - 413H - 502H - 503H - 512H - 522H - 523H) seguirão o desvio a partir do complexo da Lagoinha pela av. Nossa Senhora de Fátima, rua Peçanha, av. Pedro II, Av. Nossa Senhora de Fátima, rua Célio de Castro, Januária, Pouso Alegre, Itajubá, av. do Contorno (a esquerda), rua Maranhão, Domingos Vieira, av. Bernardo Monteiro (Estação Move Metropolitano Bernardo Monteiro), av. dos Andradas (retorno após av. do Contorno), av. do Contorno, viaduto Floresta, av. do Contorno (...).

Centro de BH

Para o centro de Belo Horizonte, pelo viaduto da Floresta, as linhas 4600 - 4620 - 4625 - 4655 - 4665 – 4670 terão itinerário pela av. do Contorno, rua Rio Grande do Sul, Tupis, Mato Grosso, viaduto Oeste, túnel da Lagoinha, av. Cristiano Machado, av. Silviano Brandão. Enquanto as que atendem a Praça da Estação e av. Aarão Reis (6310 - 6350 - 6351 - 6360 - 6361 - 6420 - 6440 - 6660 - 6720 - 6721 - 6780 - 6820 – 6983 - 2310 - 2381 - 3956) seguirão pela av. do Contorno, com retorno na rua 21 de Abril, av. do Contorno. As linhas 2290 e 2330 fazem o mesmo desvio, seguindo posteriormente itinerário pelas ruas Rio Grande do Sul, Tupinambás, av. Olegário Maciel, rua Goitacazes e av. Bias Fortes.

As que acessam a área central de Belo Horizonte pela av dos Andradas (4605 - 4610 - 4635 - 4640 - 4645 - 4650 – 4660) farão retorno em frente ao DEER nas proximidades do número 1.120.

Pela avenida Nossa Senhora do Carmo, as linhas (3831 - 3832 - 3833 - 3834 - 3837 - 3838 - 3842 - 3900 - 3905 - 3910 - -3915 - 3932 - 3933 - 3937 - 3938 - 3942 - 3943 - 3944 - 3947 - 3948), no sentido centro de Belo Horizonte, seguem itinerário pela av. do Contorno, rua Espírito Santo, av. Bias Fortes, praça Raul Soares, av. Bias Fortes, rua Mato Grosso, av. do Contorno. No sentido Nova Lima, av. Olegário Maciel, rua dos Goitacazes, av. Bias Fortes, praça Raul Soares, av. Bias Fortes, rua da Bahia, av. do Contorno e av. Nossa Senhora do Carmo.

As linhas de Brumadinho e Sarzedo, na área central de Belo Horizonte, farão desvio pela rua Santa Catarina, Goitacazes, av. Bias Fortes, rua Mato Grosso, av. do Contorno, retorno na rua 21 de Abril e av. do Contorno.

As linhas que operam em trechos da av. Afonso Pena também terão os itinerários alterados temporariamente. O desvio das linhas 5425 - 5430 - 5432 e 5495 será pela rua Caetés, Espírito Santo e av. Contorno; das  linhas 7130 e 7180 pela rua Araguari, av. do Contorno, rua dos Tupinambás, rua dos Guaranis, rua dos Carijós, av. Olegário Maciel, rua dos Goitacazes, rua Rio Grande do Sul, av. Amazonas... 

As demais linhas que operam na área central de Belo Horizonte não possuem desvios autorizados. Estas são as alterações planejadas até o momento, de acordo com a programação dos eventos do Carnaval de Belo Horizonte divulgados até esta sexta-feira (24/02).

]]>
Notícias Fri, 24 Feb 2017 09:56:29 -0300
Rodovias estaduais recebem 21 novos radares fixos http://200.198.42.171/sobre/jornal-metropolitano/stories/2177-rodovias-estaduais-recebem-21-novos-radares-fixos http://200.198.42.171/sobre/jornal-metropolitano/stories/2177-rodovias-estaduais-recebem-21-novos-radares-fixos

A partir de dia 28 de fevereiro, mais 21 radares fixos começam a autuar os motoristas que desrespeitarem os limites máximos de velocidade em rodovias sob responsabilidade do Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DEER/MG). Todos os trechos foram sinalizados com placas indicativas da velocidade máxima, que pode ser 40 km/h ou 60 km/h, e os equipamentos já entraram em operação, em modo educativo.

Os dispositivos estão instalados nas seguintes rodovias: LMG-808, quilômetro 1,8, em Contagem; MG-050, quilômetro 52, em Betim; MG-424, quilômetro 23,1, em Pedro Leopoldo; MG-432, quilômetro 3,7, em Esmeraldas; AMG-0320, quilômetro 8,7, em São Gonçalo do Pará; AMG-0335, quilômetro 2,0, em Divinópolis; MG-252, quilômetro 3,0, em São Gonçalo do Pará; MG-431, quilômetro 55,4, em Itaúna; MG-443, quilômetro 4,8, em Congonhas; MGC-452, quilômetro 224,7, em Santa Juliana e quilômetros 245,5 e 246, em Perdizes; MGC-462, quilômetros 67,4 e 67,5, em Perdizes; MG-335, quilômetro 80,5, em Ijaci; MGC-369, quilômetro 67, em Campo Belo; MG-164, quilômetro 190, em Santo Antônio do Monte; MG-170, quilômetros 7,9 e 8,2, em Moema; MG-170, quilômetro 85,3, em Pains; e MG-439, quilômetro 12, em Córrego Fundo.

O controle eletrônico de velocidade contribui para a segurança viária. No entanto, o DEER/MG recomenda, independentemente da presença dos radares, que os condutores respeitem a sinalização e os limites de velocidades específicos de cada rodovia.

A relação completa, com todos os equipamentos que estão em operação nas rodovias sob responsabilidade do DEER/MG, pode ser consultada no link: www.der.mg.gov.br/saiba-sobre/radares-do-dermg

]]>
Notícias Wed, 22 Feb 2017 08:57:41 -0300
DEER/MG restringe tráfego de veículos pesados no Carnaval http://200.198.42.171/sobre/jornal-metropolitano/stories/2176-deer-mg-restringe-trafego-de-veiculos-pesados-no-carnaval http://200.198.42.171/sobre/jornal-metropolitano/stories/2176-deer-mg-restringe-trafego-de-veiculos-pesados-no-carnaval

Os veículos de carga de grande porte não poderão circular nas rodovias de pista simples sob responsabilidade do Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DEER/MG), nos dias 24, 25, 28 de fevereiro e 01 de março, período de Carnaval e Quarta-feira de Cinzas. O objetivo é proporcionar mais segurança para quem vai se deslocar pelas rodovias mineiras e dar maior fluidez ao tráfego.

A medida, prevista na portaria 3570/16, de 27/12/2016, vale para veículos de carga tipo bitrens, treminhões e rodotrens (com mais de duas unidades, sendo uma tratora e as demais tracionadas e comprimento entre 19,80 e 30 metros); cegonheiras (com duas unidades e média de 22,40 metros de comprimento); cargas indivisíveis (que excedam as medidas regulamentadas) e, ainda, veículos com até duas unidades, acima de 2,60 metros de largura ou mais de 4,40 metros de altura ou acima de 18,60 metros de comprimento, portando ou não Autorização Especial de Trânsito (AET).

As restrições acontecerão nos seguintes dias e horários: sexta-feira (24/02) de 16 às 23h59, no sábado (25/02) entre 06 e 12h00, na terça-feira (28/02), de 16 às 23h59 e na quarta-feira (01/03) entre 06 e 12h00.

Caso algum motorista seja abordado realizando deslocamentos com os veículos impedidos de circular, o infrator fica sujeito às penalidades previstas no Código de Trânsito Brasileiro (art. 187-I, da Lei Federal nº 9.503, de 1997), como a perda de quatro pontos na carteira, multa de R$130,16 e retenção do veículo até o término do horário de restrição.

bi-trem

Foto: Mércia Lemos

]]>
Notícias Wed, 22 Feb 2017 07:07:37 -0300
Setop colabora para normalidade do transporte coletivo http://200.198.42.171/sobre/jornal-metropolitano/stories/2175-setop-colabora-para-normalidade-do-transporte-coletivo http://200.198.42.171/sobre/jornal-metropolitano/stories/2175-setop-colabora-para-normalidade-do-transporte-coletivo

A Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas (Setop), responsável pela fiscalização dos contratos de concessão do Sistema de Transporte Metropolitano lamenta as ações que vem prejudicando sobremaneira o ir e vir dos usuários em algumas áreas da região metropolitana de Belo Horizonte, além de colocar em risco os trabalhadores do sistema e usuários. 

A pronta ação da Polícia Militar é garantia para normalização da situação. A Setop reitera que ações desse tipo, além de prejudicar os usuários no seu dia a dia, contribui para onerar os custos das passagens e fere os princípios da cidadania de uma população que precisa se deslocar entre as cidades da região metropolitana e a capital mineira para seus locais de trabalho e estudos.

A Setop monitora o Sistema de Transporte Metropolitano e encaminha, para as autoridades da segurança pública, dados sobre vandalismo e atos de violência, visando colaborar no planejamento de ações que possam trazer segurança e tranquilidade para os cidadãos mineiros.

]]>
Notícias Tue, 14 Feb 2017 13:19:36 -0200
Táxi especial metropolitano não terá reajuste http://200.198.42.171/sobre/jornal-metropolitano/stories/2174-taxi-especial-metropolitano-nao-tera-reajuste http://200.198.42.171/sobre/jornal-metropolitano/stories/2174-taxi-especial-metropolitano-nao-tera-reajuste

A tarifa do serviço de Táxi Especial Metropolitano de Belo Horizonte não será reajustada durante o exercício de 2017. A SETOP atendeu reivindicação dos taxistas para manter os valores estabelecidos pela Resolução 004/2016, uma vez que já estão operando com desconto devido a drástica redução da demanda de passageiros. Com isso, prevalecem os valores vigentes desde março do ano passado: a bandeirada é R$ 5,67; quilômetro rodado na bandeira 1, R$ 3,13; quilômetro rodado na bandeira 2, que é cobrado somente nas corridas realizadas entre 22 horas e 06 horas, de segundas as sextas-feiras, aos domingos e feriados e aos sábados após as 14 horas, R$ 3,76 e a hora parada, R$ 49,44. Não há cobrança de taxa de retorno nem por volumes e mercadorias transportados.

O Táxi Especial Metropolitano de Belo Horizonte, da cor azul, com frota de 237 veículos, está autorizado a operar nos 34 municípios da região metropolitana e entre eles. Os pontos de embarque são em hotéis, nos aeroportos de Confins e da Pampulha, mas os usuários podem, também, sinalizar nas ruas ou chamar pelos telefones das cooperativas Coopertramo e Cootramo.

]]>
Notícias Fri, 10 Feb 2017 08:05:35 -0200
Alterações de pontos no centro de BH http://200.198.42.171/sobre/jornal-metropolitano/stories/2173-alteracoes-de-pontos-no-centro-de-bh http://200.198.42.171/sobre/jornal-metropolitano/stories/2173-alteracoes-de-pontos-no-centro-de-bh

A partir deste sábado (4/2), 17 linhas de ônibus do Sistema Metropolitano de Transporte Coletivo que possuem ponto de embarque e desembarque na área central de Belo Horizonte, terão seus pontos de embarque e desembarque, alterados devido à implantação da fase 4 do MOBICENTRO, implementado pela BHTrans, com objetivo de garantir mais agilidade e segurança no trânsito do hipercentro da Capital Mineira. São elas:

1110-1111-1280-1281

Linhas 1110, 1111, 1280, 1281 - Av. Amazonas, Rua Guajajaras, Rua Santa Catarina, Av. Amazonas, Rua Tupinambás, Av. Dos Andradas, Av. Francisco Sales, Av. Bernardo Monteiro, Av. Prof. Alfredo Balena, Av. Carandaí, Rua Guajajaras, Av. João Pinheiro, Av. Augusto de Lima, Rua Santa Catarina, Av. Amazonas, Praça Raul Soares, Av. Amazonas;
Pontos de embarque e desembarque:

  • Rua Timbiras entre Av. Olegário Maciel e Rua Santa Catarina,
  • Av. Olegário Maciel entre Rua Tupis e Rua Goitacazes,
  • Av. Amazonas entre Rua Alvarenga Peixoto e Tenente Brito Melo,
  • Av. Amazonas entre Av. Barbacena e Rua Paracatu,
  • Av. Amazonas (em frente ao Colégio Santo Agostinho),
  • Av. Amazonas entre Av. Barbacena e Rua Paracatu,
  • Rua Guaranis entre Rua Tupinambás e Rua Carijós,
  • Av. Olegário Maciel entre Rua Tamoios e Rua Carijós,
  • Rua Tamoios entre Rua São Paulo e Rua Curitiba,
  • Rua São Paulo entre Rua Timbiras e Rua Guajajaras.

1120

Linhas 1120 - Av. Amazonas, Rua Guajajáras, Rua Santa Catarina, Av. Amazonas, Rua Espírito Santo, Rua Caetés, Av. Amazonas, Praça Raul Soares, Av. Amazonas, ...
Pontos de embarque e desembarque:

  • Av. Amazonas entre Rua Caetés e Rua Espírito Santo,
  • Av. Amazonas entre Rua Alvarenga Peixoto e Tenente Brito Melo,
  • Av. Amazonas entre Av. Barbacena e Rua Paracatu,
  • Av. Amazonas entre Rua Timbiras e Rua Araguari,
  • Av. Amazonas entre Rua Aimorés e Rua Mato Grosso,
  • Av. Amazonas entre Av. Barbacena e Rua Paracatu,
  • Av. Amazonas entre Rua Tupis e Rua São Paulo,
  • Av. Amazonas entre Rua Tamoios e Rua Curitiba,
  • Rua Guajajáras entre Av. Olegário Maciel e Av. Bias Fortes,
  • Av. Amazonas entre Av. Afonso Pena e Rua Espírito Santo.

1150

Linha 1150 - Av. Amazonas, Rua Guajajáras, Rua Santa Catarina, Av. Amazonas, Rua Espírito Santo, Av. Do Contorno, Av. Dos Andradas, Rua Guaicurus, Rua Da Bahia, Av. Amazonas, Praça Raul Soares, Av. Amazonas, ...

Pontos de embarque e desembarque:

  • Av. Amazonas entre Rua Caetés e Rua Espírito Santo,
  • Av. Amazonas entre Ruas Alvarenga Peixoto e Tenente Brito Melo,
  • Av. Amazonas entre Av. Barbacena e Rua Paracatu,
  • Av. Amazonas entre Rua Timbiras e Rua Araguari,
  • Av. Amazonas entre Rua Aimorés e Rua Mato Grosso,
  • Av. Amazonas entre Av. Barbacena e Rua Paracatu,
  • Av. Amazonas entre Rua Tupis e Rua São Paulo,
  • Av. Amazonas entre Rua Tamoios e Rua Curitiba,
  • Rua Guajajáras entre Av. Olegário Maciel e Av. Bias Fortes,
  • Rua Espírito Santo entre Rua Guaicurus e Av. Do Contorno,
  • Rua Da Bahia entre Rua Guaicurus e Av. Santos Dumont,
  • Av. Amazonas entre Av. Afonso Pena e Rua Espírito Santo.

1270-1271-3560

Linhas 1270, 1271, 3560 - Av. Amazonas, Rua Guajajaras, Rua Santa Catarina, Rua Goitacazes, Av. Olegário Maciel, Rua Tupinambás, Rua Curitiba, Av. Amazonas, Praça Raul Soares, Av. Amazonas, ...
Pontos de embarque e desembarque:

  • Av. Amazonas entre Rua Alvarenga Peixoto e Tenente Brito Melo,
  • Av. Amazonas entre Av. Barbacena e Rua Paracatu,
  • Av. Amazonas (em Frente Ao Colégio Santo Agostinho),
  • Av. Amazonas entre Rua Dos Aimorés e Rua Mato Grosso,
  • Av. Amazonas entre Av. Barbacena e Rua Paracatu,
  • Rua Tupinambás entre Rua Curitiba e Av. Afonso Pena,
  • Rua Guajajáras entre Av. Olegário Maciel e Av. Bias Fortes,
  • Av. Olegário Maciel entre Rua Tamoios e Rua Carijós,
  • Rua Tupinambás entre Av. Paraná e Rua Curitiba,
  • Rua Curitiba entre Rua Carijós e Rua Tamoios.

7430

Linha 7430 - Av. Tereza Cristina, Av. Do Contorno, Rua Tupinambás, Rua Guaranis, Rua Carijós, Av. Olegário Maciel, Rua Goitacazes, Rua Rio Grande Do Sul, Av. Augusto De Lima, Av. Do Contorno, Av. Tereza Cristina, ...

Pontos de embarque e desembarque:

  • Av. Augusto De Lima entre Rua Ouro Preto e Rua Paracatu,
  • Av. Do Contorno entre Rua Goitacazes e Rua Uberaba,
  • Rua Guaranis entre Rua Tupinambás e Rua Carijós,
  • Av. Do Contorno entre Rua Juiz De Fora e Rua Paracatu,
  • Av. Do Contorno entre Rua Carijós e Rua Tupinambás,
  • Av. Olegário Maciel entre Rua Carijós e Rua Tamoios,
  • Av. Augusto De Lima entre Rua Juiz De Fora e Rua Tenente Brito Melo.

7470-7480

Linhas 7470, 7480 - Av. Amazonas, Rua Timbiras, Rua São Paulo, Av. Augusto De Lima, Rua Santa Catarina, Rua Dos Goitacazes, Av. Olegário Maciel, Rua Tupinambás, Rua Guaranis, Rua Carijós, Av. Olegário Maciel, Rua Goitacazes, Rua Rio Grande Do Sul, Av. Amazonas, ...

Pontos de embarque e desembarque:

  • Rua Dos Timbiras entre Av. Olegário Maciel e Rua Santa Catarina,
  • Av. Olegário Maciel entre Rua Tupis e Rua Goitacazes,
  • Av. Amazonas entre Rua Alvarenga Peixoto e Tenente Brito Melo,
  • Av. Amazonas entre Av. Barbacena e Rua Paracatu,
  • Av. Amazonas (em Frente Ao Colégio Santo Agostinho),
  • Av. Amazonas entre Av. Barbacena e Rua Paracatu,
  • Rua Guaranis entre Rua Tupinambás e Rua Carijós,
  • Av. Olegário Maciel entre Rua Tamoios e Rua Carijós,
  • Rua Tamoios entre Rua São Paulo e Rua Curitiba,
  • Rua São Paulo entre Rua Timbiras e Rua Guajájaras.

2110-2120

Linhas 2110, 2120 - Av. Dom Pedro II, Viaduto. Sarah Kubitschek, Av. Olegário Maciel, Rua Dos Tupinambás, Rua Curitiba, Rua Tupis, Av. Bias Fortes, Viaduto Dona Helena Greco, Rua Paranaguá, Av. Nossa Senhora De Fátima, Rua Padre Eustáquio, ...

Pontos de embarque e desembarque:

  • Rua Goitacazes entre Rua Mato Grosso e Rua Araguari,
  • Rua Tupinambás entre Rua Guaranis e Av. Paraná,
  • Av. Do Contorno entre Rua Carijós e Rua Dos Tupinambás,
  • Rua Curitiba entre Rua Carijós e Rua Tamoios,
  • Rua Tupis entre Av. Olegário Maciel e Rua Rio Grande Do Sul.

2170-2910-2920

Linhas 2170, 2910, 2920 - Av. Dom Pedro II, Viaduto Dona Helena Greco, Av. Bias Fortes, Rua Mato Grosso, Rua Goitacazes, Rua Araguari, Av. Do Contorno, Rua Tupinambás, Rua Curitiba, Rua Tupis, Av. Bias Fortes, Viaduto Dona Helena Greco, Rua Paranaguá, Av. Nossa Senhora De Fátima, Rua Padre Eustáquio,

  • Rua Goitacazes entre Rua Mato Grosso e Rua Araguari,
  • Rua Tupinambás entre Rua Guaranis e Av. Paraná,
  • Av. Do Contorno entre Rua Carijós e Rua Dos Tupinambás,
  • Rua Curitiba entre Rua Carijós e Rua Tamoios,
  • Rua Tupis entre Av. Olegário Maciel e Rua Rio Grande Do Sul.
]]>
Notícias Fri, 03 Feb 2017 15:26:09 -0200
Pedágio da MG-050 é reajustado mediante Liminar. Estado irá recorrer http://200.198.42.171/sobre/jornal-metropolitano/stories/2172-pedagio-da-mg-050-e-reajustado-mediante-liminar-estado-ira-recorrer http://200.198.42.171/sobre/jornal-metropolitano/stories/2172-pedagio-da-mg-050-e-reajustado-mediante-liminar-estado-ira-recorrer

Amparada por liminar concedida pela 1ª Vara de Fazenda Pública e Autarquias da Comarca de Belo Horizonte, ferindo assim o princípio do diálogo permanente, a Concessionária da Rodovia MG-050 S/A (Concessionária AB Nascentes) começou a cobrar, a partir da zero hora desta terça-feira, 31 de janeiro de 2017, tarifa de pedágio com o valor reajustado nas seis praças de cobrança existentes nos 372 quilômetros concessionados. Assim, o valor que era de R$ 5,10 passou para R$ 5,50 para veículos de passeio.

Em 16 de janeiro deste ano a Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas de Minas Gerais havia encaminhado notificação extra-judicial à concessionária da Rodovia MG-050, no sentido de que fosse mantida inalterada a cobrança dos valores, tendo em vista a situação de desequilíbrio econômico-financeiro que se encontra o contrato de concessão Setop 007/07, devendo seu ajuste ser feito em desfavor à concessionária.

Esta ação unilateral da Concessionária AB Nascentes contraria os princípios do diálogo que vinha sendo conduzido pela SETOP em defesa dos interesses dos usuários da via e, assim, da melhoria da qualidade do serviço prestado.

A Advogacia Geral do Estado (AGE) irá recorrer da decisão.

]]>
Notícias Tue, 31 Jan 2017 09:31:43 -0200
DEER inicia duplicação em segmento da LMG-806 http://200.198.42.171/sobre/jornal-metropolitano/stories/2171-deer-inicia-duplicacao-em-segmento-da-lmg-806 http://200.198.42.171/sobre/jornal-metropolitano/stories/2171-deer-inicia-duplicacao-em-segmento-da-lmg-806

O Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DEER/MG) iniciou, nesta quinta-feira (26) os serviços de duplicação do km 5 da LMG-806, em Ribeirão das Neves, onde, no dia 14 de dezembro do ano passado, houve interdição da via devido ao rompimento de um bueiro, em consequência das fortes chuvas, sendo restabelecido o tráfego no dia 24/12.

Será construída pista dupla nos dois sentidos, em uma extensão de 360 metros, com canteiro central de três metros de largura. Cada pista terá 7,50 metros de largura, sendo que no sentido Justinópolis, em Ribeirão das Neves, terá acostamento com 1,50 metros de largura ao longo do trecho.

A mobilização da empresa responsável pela execução das obras teve início na semana passada e a previsão é de que os serviços, orçados em cerca de R$ 1,4 milhão, sejam concluídos em 90 dias.

Durante a obra não haverá interrupção do tráfego no local e todas as exigências legais serão atendidas, visando não causar impactos ao meio ambiente.

Foto: Mércia Lemos

]]>
Notícias Fri, 27 Jan 2017 15:55:04 -0200
Criação de linha complementar para o bairro Regina http://200.198.42.171/sobre/jornal-metropolitano/stories/2170-criacao-de-linha-complementar-para-o-bairro-regina http://200.198.42.171/sobre/jornal-metropolitano/stories/2170-criacao-de-linha-complementar-para-o-bairro-regina

Termina no próximo dia 27 de janeiro o prazo para os usuários e/ou quaisquer interessados que não concordarem com a criação de linha complementar para atendimento no bairro Regina/Contagem, em estudo na Subsecretaria de Regulação de Transportes, apresentarem impugnação, por escrito e fundamentada, no protocolo geral do edifício Minas, 1º andar – Cidade Administrativa ou na unidade do UAI - Praça 7, em Belo Horizonte. O aviso com a proposta de criação da nova linha foi publicado no Minas Gerais do último dia 17 de janeiro, pág. 18 do Diário do Executivo. O ponto de controle será na rua Antônio Germano, em frente ao número 605, o ponto final, no centro de Belo Horizonte na rua dos Guaranis, entre Tamoios e Tupis e o valor da tarifa da proposta é R$ 4,85.


Leia abaixo o itinerário proposto:

Ida: R. Antônio Germano, R. Jequitibás, Av. das Acácias, R. Bela Petruschi, R. Ipê, R. Alecrim, R. Angicos, R. Bela Petruschi, R. Ladainha, Av. Presidente Tancredo de Almeida Neves, Av. Marechal Hermes, Praça Paulo VI, R Bonsucesso, R. Cascadura, R. Irajá, R. Marechal Deodoro. R. Aurea Lemos, R. Judith Morais de Barros, R. Dr. Geraldo Starling Soares, R. Simão da Costa, R. Sebastião dos Santos, R. Antônio Pereira de Matos, R. das Perpétuas, Av. Industrial, R. Gabriel Capistrano, R. Tiradentes, Av. Cel. Benjamim Guimarães, R. Monsenhor João Rodrigues, Praça dos Trabalhadores, Av. Babita Camargos, Praça Antônio Mourão Guimarães (CEMIG), Av. Cardeal Eugênio Pacelli, Praça Papa João XXIII, Av. Cardeal Eugênio Pacelli, Av. Amazonas, R. Timbiras, R. São Paulo, R. dos Tamoios, R. Curitiba, Av. Amazonas, R. dos Tupis, Av. Olegário Maciel, R. dos Tamoios, R. dos Guaranis (entre R. dos Tamoios e R. dos Tupis – ponto final)

Volta: R. dos Tupis, Av. Olegário Maciel, R. dos Goitacazes, R. Rio Grande do Sul, Av. Amazonas, Av. Cardeal Eugênio Pacelli, Viaduto, Av. Cardeal Eugênio Pacelli, R. Antônio Gonçalves Neto, Av. Babita Camargos, Praça Antônio Mourão Guimarães (CEMIG), Av. Babita Camargos, Praça dos Trabalhadores, R. Monsenhor João Rodrigues, Av. Cel. Benjamim Guimarães, Rua Tiradentes, R. Cel. Gabriel Capistrano, Av. Industrial, R. das Perpétuas, R. Cel. Antônio Pereira Matos, R. Sebastião dos Santos, R. Simão da Costa, R. Dr. Geraldo Starling Soares, R. Judith Morais de Barros, R. Aurea Lemos, R. Marechal Deodoro da Fonseca, R. Bom Sucesso, Praça Paulo VI, Av. Marechal Hermes, Av. Presidente Tancredo de Almeida Neves, R. Ladainha, R. Bela Petruschi, Av. das Acácias, R. Jequitibás, R. Antônio Germano (Ponto de controle em frente ao nº 605).

]]>
Notícias Tue, 24 Jan 2017 12:30:31 -0200
Controle de velocidade é ampliado nas rodovias mineiras http://200.198.42.171/sobre/jornal-metropolitano/stories/2169-controle-de-velocidade-e-ampliado-nas-rodovias-mineiras http://200.198.42.171/sobre/jornal-metropolitano/stories/2169-controle-de-velocidade-e-ampliado-nas-rodovias-mineiras

Já estão em funcionamento, em modo educativo, mais oito radares fixos sob responsabilidade do Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DEER/MG). Nessa terça-feira (17/01), o controle eletrônico de velocidade foi implantado nas rodovias: LMG-808, quilômetros 0,8 e 3,3, em Contagem; MG-020, quilômetros 11 e 12, em Belo Horizonte; MG-030, quilômetro 11,2, em Nova Lima; MG-424, quilômetros 20,8 e 20,9, em Pedro Leopoldo e MGC-259, quilômetro 193, em Governador Valadares. A partir de 24/01 quem exceder aos limites estabelecidos será autuado. 

Instalados em locais com grande circulação, todos esses equipamentos vão contribuir para a segurança viária de quem transita por essas rodovias. Somados a outros radares que já estão em funcionamento, o DEER/MG conta hoje com 150 equipamentos de controle eletrônico de velocidade.

A principal recomendação feita pelo Departamento é para que, independentemente da presença de radares, os motoristas respeitem a sinalização e os limites de velocidade.

]]>
Notícias Wed, 18 Jan 2017 13:26:48 -0200
Governo atende demandas dos fóruns regionais do médio e baixo Jequitinhonha http://200.198.42.171/sobre/jornal-metropolitano/stories/2168-governo-atende-demandas-dos-foruns-regionais-do-medio-e-baixo-jequitinhonha http://200.198.42.171/sobre/jornal-metropolitano/stories/2168-governo-atende-demandas-dos-foruns-regionais-do-medio-e-baixo-jequitinhonha

Setores do comércio, indústria, agropecuária, assim como a população em geral, aguardam com expectativa a conclusão dos trabalhos de recuperação e reforço da estrutura da ponte sobre o Rio Jequitinhonha, no quilômetro 35 da MG-406, em Almenara, Território Médio e Baixo Jequitinhonha. A obra, com previsão de término para abril deste ano, está na lista das demandas da sociedade civil local nos Fóruns Regionais de Governo.

Segundo o Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DEER/MG), o cronograma de restauração da ponte segue dentro do prazo estabelecido pelo Governo de Minas Gerais e cerca de 50% do projeto já foi executado. O empreendimento, que tem investimento de R$ 6,5 milhões, inclui a recuperação da infra, meso e superestrutura da ponte (fundação, pilares e pista de rolamento)

O reforço da estrutura permitirá o aumento da capacidade de tráfego de cargas de 24 toneladas para 45 toneladas. Com a geração de cerca de 80 empregos diretos, a recuperação da ponte de Almenara começou em junho de 2016. Os trabalhos estão sendo feitos sem interrupção do tráfego local.

Mobilidade segura

Como uma das cidades-polo do Médio e Baixo Jequitinhonha, Almenara concentra serviços públicos federais e estaduais, que são referência também para os municípios do entorno. “É aqui que fica o hospital regional, por exemplo. Daí a importância dessa obra para garantir a segurança do fluxo de tráfego”, afirma Dalmo Costa, secretário executivo do Fórum de Governo no território.

A ponte sobre o Rio Jequitinhonha é estratégica para mobilidade da população e para economia local. O trecho é saída para várias cidades e faz conexão com a BR-367 e a BR-116 (Rio/Bahia). Por lá trafegam uma média diária de 700 veículos.

Expectativa

Os comerciantes, lojistas e representantes do agronegócio aguardam com expectativa a conclusão das obras. Segundo Paulo Cesar Guimarães, presidente da Associação Comercial e Empresarial (ACE), de Almenara, a reestruturação da ponte vai facilitar o escoamento de produtos da agropecuária, principalmente o gado de corte e o transporte de mercadorias para o comércio.

“A gente reconhece o esforço do Governo em atender o que é prioridade para a região. A segurança ao atravessar a ponte era nossa preocupação constante e isso está sendo solucionado”, diz o empresário Paulo César Guimarães, que também é presidente do Clube dos Diretores Lojistas (CDL) do município.

Para Guimarães, a ampliação do limite de peso para os veículos que transportam carga terá impacto positivo no comércio. “Isso conta muito porque reduz o tempo de viagem e o custo do frete. Hoje o tráfego no local está limitado a 24 toneladas. O veículo que está acima desse peso precisa fazer um desvio e percorrer um trecho de 90 quilômetros de estrada de chão”, observa.

Melhoramento e pavimentação de rodovia

Outras demandas da população nos Fóruns Regionais também estão em execução. Na lista também está a obra de melhoramento e pavimentação de 41 quilômetros nas rodovias MGC-367, MG-114 e LMG-677 entre a cidade de Virgem da Lapa e Ijicatu, no município de José Gonçalves de Minas.

O valor estimado do empreendimento é de R$ 68 milhões, incluindo obra, material betuminoso e desapropriação. A ordem de serviço para a execução do empreendimento foi dada pelo governador Fernando Pimentel, no mês passado.

A estrada, uma reivindicação histórica da população do Território Médio e Baixo Jequitinhonha, vai melhorar as condições de tráfego de pessoas, ônibus escolares e ambulâncias. Além disso, a pavimentação do trecho vai contribuir para o escoamento da produção de alimentos e minerais do Jequitinhonha e do Sul da Bahia.

Prioridade

As obras citadas foram definidas pela população como prioritárias nos Fóruns Regionais de Governo. “Esse é um importante mecanismo de consulta popular que demonstra o olhar regionalizado do Governo e a sua disposição de ouvir o cidadão”, destaca o subsecretário dos Fóruns Regionais da Secretaria Extraordinária de Desenvolvimento Integrado e Fóruns Regionais (Seedif), Fernando Tadeu David.

O Território Médio e Baixo Jequitinhonha abrange 31 municípios, onde vivem 455 mil habitantes, o que corresponde 2,19% da população mineira. A maioria das cidades participou das rodadas dos Fóruns Regionais em 2015 e 2016.

Foram levantadas 1.228 propostas nos grupos de trabalho. O eixo Educação e Cultura teve o maior número de demandas (328), seguido por Desenvolvimento Produtivo, Científico e Tecnológico (327), Saúde e Proteção Social (244), Infraestrutura e Logística (175), Segurança Pública (154).

Mais informações sobre os Fóruns Regionais estão disponíveis em: www.forunsregionais.mg.gov.br

Fonte: Agência Minas
Fotos: Arquivo DEER/MG

]]>
Notícias Tue, 17 Jan 2017 09:33:52 -0200
LMG-743 será interditada para manutenção em ponte http://200.198.42.171/sobre/jornal-metropolitano/stories/2167-lmg-743-sera-interditada-para-manutencao-em-ponte http://200.198.42.171/sobre/jornal-metropolitano/stories/2167-lmg-743-sera-interditada-para-manutencao-em-ponte

O Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DEER/MG) vai interditar a LMG-743, no km 64, a partir da zero hora de segunda-feira (09/01), para realizar manutenção preventiva na ponte sobre o córrego Água Limpa. A rodovia, com 94 quilômetros de extensão, liga a BR-354, em Carmo do Paranaíba, a BR-365, no distrito de Leal. Os trabalhos no KM 64 devem durar aproximadamente 30 dias.

A opção de desvio, enquanto a ponte estiver em obra, é a partir de Major Porto, seguindo em direção à BR-365 (distrito de Leal), depois prosseguindo por 22 quilômetros até Patos de Minas, onde deverá entrar na BR-354 e seguir por 50 quilômetros até próximo a Carmo do Paranaíba, onde entrará na LMG-743, para realizar o restante da viagem em 30 quilômetros de estrada de leito natural até o distrito de Quintinos.

O DEER/MG já comunicou previamente às prefeituras, hospitais, escolas, empresas e indústrias da região que utilizam a via com mais frequência, visando reduzir os possíveis transtornos aos usuários e à população.

]]>
Notícias Fri, 06 Jan 2017 14:33:08 -0200
Rodovias mineiras recebem mais dez radares fixos http://200.198.42.171/sobre/jornal-metropolitano/stories/2166-rodovias-mineiras-recebem-mais-dez-radares-fixos http://200.198.42.171/sobre/jornal-metropolitano/stories/2166-rodovias-mineiras-recebem-mais-dez-radares-fixos

Dez novos radares fixos começaram a funcionar, em modo educativo, em 03/01 e já estão contribuindo para a segurança viária nas seguintes rodovias: MG-129, quilômetros 24,9 e 32,5, em Itabira; MGC-262, quilômetros 226,4, 230 e 230,2, em Santa Bárbara; MG-431, quilômetros 15,1 e 15,3, em Pará de Minas e quilômetro 55,1, em Itaúna; MG-260, quilômetro 34, em Cláudio; MG-179, quilômetro 86,2, em Silvianópolis. No total, 142 radares do tipo fixo monitoram a velocidade nas rodovias mineiras.

Os radares entram em operação definitiva a partir do próximo dia 10 de janeiro, quando passarão a ser autuados os veículos que excederem a velocidade máxima permitida, de acordo com a sinalização instalada em cada segmento, que varia entre 40 km/h, em Pará de Minas, e 60 km/h nos demais pontos.

Radares Estáticos
Quatro equipamentos estáticos também já estão em operação, ampliando as ações voltadas para o aumento da segurança viária em toda a rede rodoviária sob responsabilidade do DEER/MG. Esse tipo de radar pode ser transportado e operado em locais, dias e horários aleatórios.

Independentemente da fiscalização eletrônica, o DEER/MG recomenda que os motoristas respeitem a sinalização e os limites de velocidades específicos de cada trecho, para garantir viagens mais seguras.

]]>
Notícias Wed, 04 Jan 2017 12:26:29 -0200
Novas tarifas do transporte intermunicipal entram em vigor dia 2 de janeiro http://200.198.42.171/sobre/jornal-metropolitano/stories/2165-novas-tarifas-do-transporte-intermunicipal-entram-em-vigor-dia-02-de-janeiro http://200.198.42.171/sobre/jornal-metropolitano/stories/2165-novas-tarifas-do-transporte-intermunicipal-entram-em-vigor-dia-02-de-janeiro

Com reajuste médio de 9,71%, a Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas (Setop) autorizou, por meio de Resolução publicada no Minas Gerais do dia 30 de dezembro, o reajuste anual do valor das passagens do transporte intermunicipal, exceto as linhas que circulam na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Os novos valores das passagens, que não incluem pedágios ou taxas de embarque, entram em vigor a partir da zero hora do dia 2 de janeiro de 2017.

O reajuste anual, previsto no contrato de concessão para a prestação do serviço de transporte coletivo intermunicipal de passageiros, visa à correção da defasagem dos valores das tarifas ocorridos nos últimos doze meses, considerando a variação dos preços dos insumos, tais como combustíveis, peças de reposição, manutenção, depreciação do veículo, tributos, remuneração da mão de obra, entre outros. No período, a maior variação registrada foi na folha de pagamento (11,08%), em função da convenção coletiva de 2016.

O Sistema Intermunicipal de Transporte de Passageiros conta com uma frota 5.653 veículos registrados que atende a uma média mensal de 4,9 milhões de passageiros. Com a entrada em vigor das novas tarifas, o menor valor passou para R$ 2,90, de Sete Lagoas a Prudente de Morais ou de Cambuí a Córrego de Bom Jesus, por exemplo, e o maior valor, para R$ 275,00, de Uberlândia a Juiz de Fora.

Outros exemplos:

TRECHO

 

TARIFA ATUAL

 

TARIFA (*)

 

BELO HORIZONTE / IPATINGA

 

R$ 65,70

 

R$72,10

 

ARACITABA / SANTOS DUMONT

 

R$ 9,80

 

R$ 10,75

 

BELO HORIZONTE –SETE LAGOAS (Via 040)

 

R$ 16,80

 

R$ 18,40

 

UBERLÂNDIA / JUIZ DE FORA

 

R$ 250,65

 

R$ 275,00

 

BELO HORIZONTE / MONTES CLAROS (leito)

 

R$ 237,30

 

R$ 260,25

 

 

 

 

 

 

 

(*) valores não incluem pedágio nem taxa de embarque

ANEXO ÚNICO À RESOLUÇÃO Nº 033, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2016.
Base Tarifária para o Transporte Coletivo Rodoviário Intermunicipal de Passageiros do Estado de Minas Gerais

]]>
Notícias Fri, 30 Dec 2016 07:08:04 -0200